Dissertação

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 3 de 3
  • Item
    A relação entre livro didático e recursos hídricos: análise da aproximação de estudantes do 6°ano com a sua realidade
    (0024-03-25) Silva, Brígida Júnia de Paulo; Doutor Neimar Freitas Duarte
    O livro didático vem sendo usado como ferramenta de ensino-aprendizagem na educação básica brasileira desde os tempos imperiais. Dada a sua relevância no contexto escolar, é importante avaliar os conteúdos nele veiculados, a fim de verificar em que medida nele se articulam conhecimento teórico e realidade. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa foi analisar três livros didáticos de Geografia do 6° ano do ensino fundamental, com a finalidade de verificar a articulação entre os conteúdos propostos sobre recursos hídricos e a realidade vivida pelo aluno. Para tanto, foi utilizada como percurso teórico-metodológico a técnica de Análise de Conteúdo para seleção e posterior categorização dos dados obtidos sobre o tema recursos hídricos em cada obra. Posteriormente, foi feita a comparação entre os três livros didáticos, a fim de analisar se havia estratégias de aproximação do conteúdo com o estudante. Como resultado, foi possível observar que os livros didáticos analisados buscam, em geral, uma aproximação entre seu conteúdo e a realidade vivida pelo aluno no tocante aos recursos hídricos. Entretanto, alguns aspectos mais específicos do conteúdo são abordados de forma superficial e sem articulação com o cotidiano, não possibilitando a real compreensão da importância do tema para os discentes.
  • Item
    Ensino de processos hidrogeomorfológicos em bacias hidrográficas: contribuições da Geografia Escolar para a construção de conhecimento do estudante da Educação Básica
    (2024-02-23) Leal, Matheus de Castro; Doutor Diego Alves de Oliveira
    Processos hidrogeomorfológicos que ocorrem em bacias hidrográficas podem afetar a qualidade de vida da sociedade, especialmente em áreas urbanizadas. O conhecimento destes processos pode ser considerado um pressuposto básico para uma mudança de percepção da sociedade para com as bacias hidrográficas e para o exercício da cidadania. Nesse sentido, o estudo de temas da Geografia Física se faz importante no decorrer dos anos/séries da Educação Básica. A ênfase da pesquisa é no ensino de Geografia com o objetivo de contribuir para a construção de conhecimento do estudante da Educação Básica, anos finais do Ensino Fundamental, no que refere ao estudo dos processos hidrogeomorfológicos que ocorrem em bacias hidrográficas, tais como a infiltração, o escoamento superficial, a evapotranspiração, as inundações, os alagamentos e as enchentes, com ênfase nas áreas urbanas. Os dados foram coletados junto aos estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental no ano de 2023. A pesquisa foi aplicada em uma escola de Educação Básica situada na bacia hidrográfica do Córrego Ferrugem, afluente da bacia hidrográfica do rio Arrudas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A partir de uma abordagem qualitativa, a pesquisa está organizada nas seguintes etapas: 1) conhecimento prévio dos estudantes a partir da aplicação de questionário; 2) realização de atividades que contribuem para a construção de conhecimentos significativos; 3) segunda aplicação do mesmo questionário para verificar a eficiência da sequência didática na construção de conhecimento significativo. Os resultados apontaram para um desconhecimento dos alunos em relação aos elementos que compõem uma bacia hidrográfica, às causas de fenômenos como enchentes, inundações e alagamentos, e a confusão destes processos. Além disso, mostraram que os estudantes até o 6° ano, não se reconhecem como integrantes/ocupantes de bacias hidrográficas. Dessa forma, atividades como maquetes são uma boa estratégia para construção de conhecimento sobre o tema. Propõe-se, no âmbito do mestrado profissional, a sequência didática, composta por atividades baseadas na educação ambiental, no estudo do meio, na Cartografia, na construção de maquete e no trabalho de campo, como produto técnico.
  • Item
    A Pesquisa enquanto instrumento de Ensino de Geografia na Educação Básica: estudo aplicado ao contexto da UMEF Nair Dias Barbosa, Ponta da Fruta, Vila Velha, ES
    (2024-02-28) Silvino, Julia Larissa Parmagnani; Doutor Leandro de Aguiar e Souza
    Este estudo teve como objetivo avaliar a pesquisa científica enquanto metodologia de ensino de Geografia aplicada à educação básica. Busca-se estabelecer relações entre os conceitos estruturantes do ensino de Geografia e o entendimento do contexto local dos alunos residentes em Ponta da Fruta, bairro de Vila Velha/E.S, a partir da utilização da pesquisa científica enquanto metodologia de ensino de Geografia aplicada à educação básica. Por se tratar de um bairro afastado da centralidade do município percebeu-se nos alunos algumas dificuldades de compreenderem seus contextos. Partiu-se da premissa que a pesquisa atrelada ao ensino de Geografia pode ser trabalhada como instrumento em que contextos locais são objetos fundamentais de processos de ensino e aprendizagem. Deste modo, desenvolveu-se um Projeto de Pesquisa Científica aplicado a um ambiente de Ensino de Geografia, no qual um grupo de estudantes ligados ao contexto de Ponta da Fruta trabalharam conceitos geográficos fundamentais, tais como lugar, território, paisagem, região e identidade, através de tal espacialidade. Concluiu-se que a pesquisa científica no ensino de Geografia pode ser metodologia potente para atrelar conceitos estruturantes e o estudo do contexto. Entretanto, tal potencialidade será melhor explorada com a presença da figura do professor-pesquisador e da institucionalização de uma cultura de pesquisa científica na educação básica.